O vidro temperado é até cinco vezes mais resistente a choques térmicos do que o vidro comum mesmo com espessuras semelhantes.

Não à toa é considerado um vidro de segurança e muito utilizado em aplicações estruturais autoportantes, que tornam desnecessário o uso de caixilhos.

O tratamento térmico de têmpera consiste no aquecimento gradativo do vidro até atingir a temperatura de 700ºC (estado plástico).

Em seguida, o vidro é resfriado bruscamente. Este processo faz com que o vidro se torne ainda mais resistente à flexão e passe a suportar variações de temperatura de até 200ºC.

Instagram
WhatsApp